segunda-feira, 6 de agosto de 2012

-*-

Enquanto isso navegando eu vou sem paz
sem ter um porto quase morto sem um cais
e eu nunca vou te esqueçer amor
mais a solidão deixa o coração
neste leva e tras

Nenhum comentário:

Postar um comentário